3

A ausência mais presente



Não dá pra ter inspiração nessas circunstâncias
perde-se o brilho do dia,as cores
e até mesmo o perfume das flores
e ninguém sabe ao certo o porque

Mas o que cabia aqui dentro do peito
foi arrancado repentinamente
e ninguém,ninguém foi capaz de perceber
como podem observar alguém e não captar a ausência da vida?

Sem brilho,sem cor,sem riso
alguém que pulava e cantava
alguém que sabia exatamente desfrutar do tal brilho
e agora carrega cinzas dentro da alma

Não por um fato da vida
mas pela ausência dos fatos
e ausência tem sido tudo de mais presente que há aqui
e como dói compartilhar dessa companhia

Tão fria,azeda
em alguns momentos causa até calafrios
e gruda de uma forma,que todo esforço em soltá-la é em vão
e por onde anda a vida?

Embora as perguntas sejam frequentes 
as respostas são totalmente ausentes
e por mais que eu tente,pense que isso acabou
não...ainda não consegui me encontrar

(Raquel Schuindt)





3 comentários:

Inca Nejm disse...

Buaaaaaaaaaaaaaa, me identifiquei... Porque?

Bia Carvalho disse...

eu tbm me identifiquei!nossa bateu lá no fundo!

Roberta Portela disse...

Poxa, bateu la dentro tb!!!

Postar um comentário

Monólogo faz bem!!

Monólogo faz bem!!
Não esconda suas palavras...
Back to Top