Anjo que voa depressa

                                               (ilustrações Thais Fontes )




Anjo que voa depressa
Anjo que mora no alto
Tão longe,distante,peço que olhe por mim
Olhe para o meu coração


Machucado,triste,ferido
quem sabe até anda abatido
Peço que cuide bem dele
a vida não foi muito boa


O tem transformado em pedaços
e muitos dele já não se encaixam mais
esfarelou-se por ai
Não suportou passar por climas tão distintos


Anjo que voa depressa
pare ao menos 1 segundo pra me ouvir
tem tanta coisa engasgada por dentro
que aos poucos já está refletindo


Refletindo por todo o meu semblante
Ah doce anjo que voa depressa
não sei mais se a minha hora é essa
o tempo conspira contra mim


e agora meu anjo,doce anjo?
Olha quanta ironia me assombra
você ai voando depressa sem tempo para me ouvir
e eu aqui com tempo de sobra,te esperando


Anjo que voa depressa
Me abrace com suas asas
me leve para o mais alto que puder
Já não me interessa mais permanecer nesse lugar


Anjo que voa depressa
Conversar com você é o que me interessa
Dançar nas nuvens é o que me resta
e é o que eu mais quero e preciso...anjo que voa depressa


(Raquel Schuindt)

1 comentários:

Beca Bricio - Mulher que pariu disse...

Amigaaaaaaa

que lindo!!!!!!

Adoro tuas poesias!!

Parabéns mesmo. Todo mundo precisa de um anjo, né?!!!

um bjão, te adoro

Postar um comentário

Monólogo faz bem!!

Monólogo faz bem!!
Não esconda suas palavras...
Back to Top