0

Essa tal ansiedade


Chega a dar nó na garganta
é tanta incerteza de coisas que nem você mesmo faz idéia de como surgem aqui
e por mais que você tente não pensar...acaba sendo tudo que você pensa
e por mais que você queira parar...nada disso,você só acelera

E pensa e repensa,com aquela sensação de quase explodir de tantas sensações
você nem faz idéia de como isso tudo começou 
mas procura a maneira de terminar de uma vez por todas com essas emoções
das quais você nunca soube que existiam e para sua frustração,elas existem

E quem vai entender o quanto isso é forte e perigoso?
Quem sabe discernir o real do surreal?
posso até imaginar que nem todos são assim
sorte dos que se salvaram,sorte dos que tem a paz

Mas aqui não...aqui é tudo muito diferente
uma corrida mais que misteriosa,coberta de incógnitas e labirintos
você se perde e se encontra o tempo todo,sem saber de mais nada
e não saber de nada é tão comum que chega a ser redundante

E nisso seguem-se todos eles...prosseguindo ao que ninguém viu
caminhando em trilhos distintos,ora escuro...ora claro
já não percebem a diferença entre a luz e a noite
apenas caminham,não conseguem impedir

(Raquel Schuindt)





0 comentários:

Postar um comentário

Monólogo faz bem!!

Monólogo faz bem!!
Não esconda suas palavras...
Back to Top