2

A caçulinha...

Gostei dessa coisa de falar sobre alguém que a gente ama...e hoje me deu uma vontade enorme de falar sobre ela:a minha caçulinha,minha irmãzinha linda,Thais!Quando eu decidi falar sobre ela,comecei a revirar nossas fotos,desde o dia em que ela nasceu,até hoje e ai...nossa!Quantos momentos bons voltaram na minha cabeça...e deu até uma saudade!
Eu sempre gostei de ser a irmã mais velha,por muitos motivos eu diria,mas tem um em especial,o de poder defender a irmã mais nova! Hahaha,parece bobeira né?!?Mas a sensação de saber que ela pode sempre contar comigo,não tem preço!Sempre fomos muito ligadas,desde pequenas mesmo e isso é uma coisa que eu me orgulho muito.Claro,nós tínhamos aqueles momentos de brigas, ficávamos de mal,tinham dias que a gente caía na porrada,mas logo tudo era esquecido e lá estávamos nós,,juntas novamente.
Eu  gostava de me vestir igual a ela e isso ás vezes a deixava de saco cheio...hahaha,mas era tão legal,assim eu teria a certeza que todos na rua saberiam que éramos irmãs.Ah...quanta saudade daquele tempo que já se foi,de ouvir a minha irmã revoltada porque eu preferia ficar em frente da Tv ao brincar de boneca com ela no quarto...(hahaha,ela fala disso até hoje)E hoje eu guardo tudo com saudade,mas com muito,muito amor!
Essa foto é uma das minhas preferidas,nessa escola tinha uma menina que batia na Thais e ela não sabia mais o que fazer,até o dia que ela decidiu me chamar pra defendê-la .A menina bateu nela e ela abriu um sorriso e falou "espera só pra você ver agora..." e no recreio,lá vem minha irmã,com suas amiguinhas,me procurando,pedindo para eu ir lá revidar na garota e lá ia eu, com peito estufado,um pouco do instinto materno,procurava a menina e acertava as contas com ela (não me orgulho dessa violência,me orgulho só de saber que minha irmã via em mim alguém disposta a defendê-la),olhava para a minha irmã e lá estava ela,com aquele sorriso de orelha a orelha,no meio deles,saía um "obrigada Raquel" que mais parecia um "é muito bom ter você comigo"e isso me deixava realizada por dentro.


Queria eu mesma fazer uma poesia para a minha irmã,mas sei lá,não consegui...Achei tudo muito "bobo" comparado ao que ela representa na minha vida!Ai resolvi pesquisar,achei esse bonitinho e diz um pouco sobre o que ela é pra mim:


Você minha irmã:
As vezes um poço de mistério
As vezes acorda sem humor
As vezes não tem paciência
As vezes um silêncio impenetrável
As vezes ninguém te merece
As vezes eu que não te mereço
Mas......
Sempre Amiga
Sempre sincera
Sempre generosa
Sempre sensível
Sempre, sempre , sempre.....
Acho que não acho mais adjetivos para ti
pois és um presente que Deus me deu e nem com
a nossa diferença de idade apaga esse amor.
Que Deus lhe abençoe sempre, que sejas um vitoriosa
e que tudo o que desejas sejam presentes dados por Deus.
Tenho orgulho em ter você como irmã. 

(Márcia C. Quintas)










Eu realmente não me imagino sem minha irmã!Nunca passou pela minha cabeça querer ser filha única,acho uma total nostalgia...ainda mais tendo uma irmã como a minha...ai ai, aprontávamos muito,ríamos juntas,chorávamos juntas e sempre foi maravilhoso estar perto dela!
Não,hoje não é niver dela,não é nenhum dia da irmã mais nova,apenas me deu essa vontade de falar do quanto ela é importante pra mim sabe...ainda mais agora,que ela vai casar em breve (tá,não é tão breve assim,é só em Agosto de 2011),fico pensando como vai ser...minha irmã,que mesmo nessa correria toda da vida,sempre tem um minutinho pra me escutar,mesmo que seja pra ela falar "ah Raquel,não sei oque falar sobre isso",agora vai ter a sua família,quanto orgulho!!Vai ser uma ótima esposa e depois uma ótima mãe,tão boa quanto ela é uma ótima tia!!
Eu vou parar por aqui...tenho certeza que se eu falar mais,vou começar a chorar...haha
O fato é que eu a amo demais!!E sempre,sempre vou estar por perto,para defendê-la,para abraçá-la,pra fazer o que eu puder pra ver esse sorriso lindo no rosto dela,sempre e sempre!

2 comentários:

Beca Bricio - Mulher que pariu disse...

Que bom ter lido esse post. Sinto-me assim tbm em relação a minha irmã, e são 15 anos de diferença! E eu ainda tinha q ser exemplo por ela ser tão mais nova.

bjssssssssss

Tatiana M. Leal disse...

HAHAHAHA uma foto mais fofa que a outra! E eu me comovi com a historinha violenta da escola, ok? Eu sofri tanto no colégio que queria ter tido uma irmã mais velha pra me defender, hihi ._.

Postar um comentário

Monólogo faz bem!!

Monólogo faz bem!!
Não esconda suas palavras...
Back to Top